PROJETO DATA WAREHOUSE

 

 

M E T O D O L O G I A

Com a metodologia SIEGO pretende-se ter um grande impacto na estratégia corporativa e no sucesso da organização. Este impacto pode beneficiar a organização, os executivos das organizações e qualquer indivíduo ou grupo que interagir com o mesmo. ;

A metodologia SIEGO pode ser utilizada como o gerenciador das informações necessárias aos executivos e tomadores de decisões das organizações. A metodologia SIEGO pretende fornecer aos executivos as informações necessárias e relevantes para cada decisão a ser tomada, tanto a nível estratégico, quanto tático e operacional na organização. Pretende-se com a metodologia SIEGO fornecer um suporte às funções no nível estratégico, tático e operacional, para os executivos e tomadores de decisões na organização. O aumento da complexidade interna e externa na organização faz com que a tomada de decisão por parte dos executivos torna-se, conseqüentemente, mais complexa. Portanto, para que o executivo tenha condições de tomar a decisão certa, sem agir por impulsos ou por palpites é necessário que o mesmo tenha em suas mãos, informações mais eficientes e eficazes e que, propiciem uma identificação real das necessidades organizacionais.

A metodologia SIEGO é o processo de transformação de dados em informações que são utilizadas na estrutura decisória da organização e que proporcionam a sustentação administrativa para otimizar os resultados esperados. A finalidade da metodologia SIEGO é ajudar a organização a atingir suas metas, fornecendo aos executivos uma visão das operações regulares da organização, de modo que possam controlar, organizar e planejar mais eficaz e eficientemente, ou seja, fornecer aos executivos informações úteis para obter um feedback para várias operações organizacionais dando assim, suporte ao processo de valor adicionado de uma organização.

A metodologia SIEGO deve ser muita bem desenvolvida, implementada, gerenciada e ter uma efetiva colaboração na adequação das organizações perante os pontos inerentes a um cenário provável para a economia globalizada. A metodologia SIEGO pode representar o insumo e o resultado do tratamento de cada uma das atividades da organização para que estas trabalhem de uma forma interativa com a administração. A metodologia SIEGO tem grande importância para as organizações, pois oferecem condições para que as possam executar desde uma pequena melhoria na produtividade até uma redução da centralização das tomadas de decisões.

A metodologia SIEGO é focada na participação e envolvimento de toda organização, desde a alta administração até o piso de fábrica, cujo objetivo é alcançar no curto prazo de tempo, melhorias operacionais em relação ao tripé (custo, tempo e qualidade), substanciais e sujeito a regras e limites de investimentos bem definidos, conforme demonstrado na figura 27. A metodologia SIEGO é voltada para a definição, análise e melhoria nos processos, vindo buscar as necessidades dos clientes. Conseqüentemente surgem às mudanças de padrões, que afetam diretamente as rotinas das pessoas na operacionalização nos processos produtivos da organização. É a organização de pessoas, equipamentos, informações, energia e materiais, em atividades logicamente relacionadas que utilizam os recursos do negócio para alcançar resultados específicos.

A metodologia SIEGO pretende conseguir melhorias substanciais em tempo de resposta, custo e qualidade para todas as atividades na organização. Onde, nos processos identificar para cada etapa produtiva os custos compressíveis e auxiliar o executivo da organização repensar as operações de forma a melhorar os processos, atendendo toda a abrangência da organização, enfocando os limites e padrões de excelência brasileira para os processos, com impacto rápido, em torno de 6 a 12 meses, com investimentos baixos e médios, atendendo a meta como sugestão na redução de 40% nos custos operacionais da organização.

As metas de redução dos custos operacionais compressíveis de 40%, conforme demonstrado na figura 28, são um patamar mínimo que pode ser superado, quando houver potencial na Unidade de Análise. Entende-se por Unidade de Análise, como sendo, uma unidade operacional responsável por uma etapa do processo produtivo ou por uma atividade de apoio, que contém entre 100 e 200 pessoas, com um líder responsável pelos objetivos e prazos da organização.

Veja o site dos projetos em Sistemas de Informação da FURB